Workshop Editais de Inovação prepara as empresas de TI na elaboração de projetos para editais da Fapes.

O Sindicato das Empresas de Informática no Espírito Santo (Sindinfo) realizou o Workshop Editais de Inovação, na última terça-feira, 4 de junho, junto com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e com o apoio da Federação das Industrias do Espírito Santo (Findes).

O evento aconteceu no Salão da Indústria da Findes. O objetivo foi preparar as empresas de TI para a sistemática de apresentação de projetos para editais de Inovação do Estado, tanto na elaboração, quanto a na sua formatação. Outro tópico apresentado foi a importância dos documentos necessários para a submissão das ideias.

Atualmente, cerca de R$ 15 milhões estão disponíveis a fundo perdido nas áreas de capacitação de empresas de TIC para negociação com Fundos de Investimento, Transferência de Tecnologias Habilitadoras da Indústria 4.0 e outras áreas do setor.

O evento contou com a presença da Luciana de Paiva, gerente de desenvolvimento e inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), Luiz Toniato, diretor de atendimento do Sebrae e Kátia Cunha, consultora credenciada nas áreas de Inovação e Incubadora pelo Sebrae.

O Workshop apresentou os aspectos a serem abordados em um edital; o que as agências fomentam; o que se deve constar na redação do projeto e, principalmente, o que não se deve escrever. Outro ponto importante para os empresários foi a apresentação do fluxo para a submissão das propostas.

       

“Quando a gente reúne, em uma mesma sala, instituições de apoio como o Sebrae, a Fapes, o Sindinfo e um grupo de empresários interessados em fazer inovação, tem a sua relevância, não só para o setor de TI, mas para todo o setor produtivo. Todo recurso investido em inovação o Governo só ganha em retorno para seus cofres se esses recursos forem bem aplicados, se o projeto que foi submetido for concluído e se tornar um sucesso no mercado”, observa Luciana de Paiva da Fapes.

Já a Kátia Cunha explica a importância das empresas se prepararem. “Para nós do Sebrae, é muito importante que as empresas já comecem a elaborar os seus projetos e se preparem com antecedência para quando o edital for publicado seja possível moldar e adaptar a ideia às exigências do edital”. Kátia conclui que existem os recursos, o Estado está investindo nas empresas que tenham projetos inovadores e é preciso que os empresários de TI aproveitem essa oportunidade.

O diretor de atendimento do Sebrae, Luiz Toniato, complementa que “a instituição é parceira de primeira ordem desse tipo de iniciativa. O Espírito Santo está fazendo um esforço, através da Mobilização Capixaba pela Inovação (MCI) para construir, junto com diversos atores, um ecossistema. Todos os movimentos em direção à inovação e outros que virão são de extrema importância para entregar valor à sociedade com produtos e serviços”, finaliza.

Durante todo o ano, o Sindinfo desenvolve uma série de ações focadas na preparação das empresas de TI do estado para atender as demandas do mercado. “Nós demos o primeiro passo para ajudar as empresas no tocante a elaboração dos seus projetos, mais adiante, vamos identificar as necessidades de cada empresa, organizar cursos para diminuir a complexidade das propostas e oferecer, em parceria com o Sebrae, consultoria para apoiar as nossas empresas na construção de projetos de excelência”, conclui Luciano Raizer, presidente do Sindinfo.

As apresentações com os dados fornecidos pelos palestrantes estão disponíveis no portal do Sindinfo: 

Apresentação FAPES | Apresentação Consultoria

Siga-nos Twitter Facebook Linkedin Youtube

Área Restrita

Fale Conosco

secretaria@sindinfo.com.br

+55 27 3026-0866

+55 27 99841-9371